sexta-feira, 7 de abril de 2017

Questão de Timing.



Olá, pessoal.
Hoje irei falar de um tema muito pouco comentado no meio liberal. Mas, acho que muitos casais irão compreender e até se identificar com o que iremos expor aqui. O assunto é timing. Muitos casais selecionam com esmero um homem para viver experiências fora do comum. Mas, por mais absurdo que possa parecer, o felizardo selecionado, perde o timing e põe tudo a perder.
Quase a totalidade dos homens já tiveram em algum momento da vida a fantasia de possuir uma mulher casada. É um fetiche tão comum que chega a ser banalizado nas redes sociais. O casal adepto do Cuckolding abre margem para que alguns poucos selecionados possam finalmente desfrutar dessa experiência, que a grande maioria dos homens irá morrer sem ter vivido.
Mesmo diante de tamanha sorte de ser selecionado, o tal comedor dos dias de hoje, talvez já não seja o mesmo dos tempos em que tudo era mais difícil e os casais se correspondiam por anúncios em revistas e caixa postal.
O comedor de hoje é um sujeito mais comodista, pretensioso, e faz barganhas. Ele não quer sair de perto do seu bairro. Não quer pagar as contas. Acredita que tenha o direito de dividir o motel com o casal. Há ainda aqueles que furam encontros. Ou desmarcam porque tiveram uma “reunião de última hora”. Enfim, tudo é motivo para esses tais “comedores” não comerem ninguém.
São muitos os tipos de comedores que não comem. Temos “o fantasma”, que tecla, tecla, mas nunca aparece. Temos “o foda”, que se acha tão bom, que tem que agendar um encontro porque, de acordo com ele, só nessa semana ele já comeu duas.
Tem também o comedor “bolsa família”. Ele não tem dinheiro. Ele não tem carro. Ele não tem nada, e quer que o casal faça a caridade. Também tem o contrário, o comedor “CEO”. Ele vive de carrão pra impressionar. É até capaz de escolher bons restaurantes. Mas, ele é velho, caquético, e não está disposto a ser “generoso”.
Seja lá qual for o tipo de comedor que você é... uma coisa é certa: uma vez que um casal especial resolva dar uma oportunidade real para você, jamais perca essa oportunidade. É o que chamamos de timing. Se ele passar... já era! Não tem volta. É bola pra frente, e continuar a procura com outro casal. Aquele você já perdeu.
E pior, muitos casais conversam entre si. Ainda mais no meio Cuckold. Sempre fica uma fama que pode ser boa ou ruim.. a depender de como o comedor tratou o casal. E fama ruim é pior que piolho em escola... pior que praga de mãe... pega mesmo e não sai mais.
Adoraria dizer que nunca passamos por decepções com singles. Adoraria dizer que quando selecionamos alguém, em geral, tudo dá muito certo e percebemos uma grande inclinação do candidato a buscar satisfazer a fantasia de todos. Mas, estaria mentido se falasse tudo isso.
O fato é que grande parte, pra não dizer a maioria, dos singles são pessoas complicadas. Muitos não entendem o fetiche e querem apenas transar de graça umas duas ou três vezes com qualquer mulher. E outros até entendem o fetiche, mas não estão dispostos a fazer sacrifícios pessoais para criar uma ligação mais duradoura com um casal.
Se esse texto fosse escrito há algum tempo atrás, poderia se tratar de um desabafo. Mas, hoje, que temos um namoradinho fixo e que praticamente não saímos muito... posso dizer que não se trata de desabafo, mas de uma simples constatação.
Quando começamos nessa vida, achávamos que teríamos o homem que quisesse, na hora que quisesse... e que rapidamente engrenaríamos uma relação mais duradoura e repleta de aventuras. 11 anos se passaram, e o que percebemos é que conseguir um homem livre, disponível, interessante e que entenda o fetiche é tarefa muito difícil.
Nossa única dica para você, single que procura um casal é: não perca o timing. Não deixe sua oportunidade passar. Você provavelmente não terá uma segunda oportunidade. Ao menos não, com o mesmo casal. Isso, eu garanto.
Beijocas a todos no coração... e parabéns aos casais que conseguiram engrenar boas relações com seus amantes. Bjsss