quinta-feira, 8 de junho de 2017

Quem deve pagar a conta do motel?




Olá, pessoal, esses dias, uma leitora nos escreveu fazendo uma pergunta que achamos interessante. Inspirados na mensagem que recebemos resolvemos construir essa postagem. Basicamente, essa leitora se viu no dilema sobre quem deve pagar a conta do motel.
Segundo a leitora, num primeiro momento, o casal costumava sair junto para os encontros com o amante. Nesses encontros a três, a despesa do motel era rachada ao meio entre marido e amante. Mas, a dúvida começou a surgir a partir do momento em que o marido decidiu permitir que a esposa passasse a sair sozinha com o amante para o motel.


Nesse caso, a leitora dividiu conosco sua dúvida: Afinal, quem deveria pagar a conta do motel? O amante? O marido? Meio a meio? Nos pareceu uma questão interessante de ser discutida e provavelmente suscite alguma controvérsia para vocês leitores. Isso porque não existe uma resposta absolutamente certa. Cada casal faz de acordo com suas convicções e características.
No nosso caso em particular, quando minha esposa sai com o amante na minha presença, costumamos oferecer nossa metade do pagamento. Já tivemos amantes muito educados que rejeitaram nossa parte e assumiram o pagamento integral, mesmo com a minha presença. O que achamos uma postura de muito bom tom.
Por outro lado, quando libero a minha esposa pra sair sozinha com o namorado, fica claro que será ele quem pagará a conta integralmente. Seria descabido minha esposa rachar a conta com ele. E não é muito prático, eu enviar dinheiro por ela. Como o dinheiro meu e de minha esposa é um só (coisa que não acontece com boa parte dos casais), o pagamento feito por minha conta, não deixa de ser também por conta da minha esposa.
Como dá pra perceber, evitamos arcar com esse custo, que não é nada mais justo que o homem convidado banque. Mas claro que o ideal é que tudo seja previamente acordado entre as três pessoas. Com o perdão da redundância, é como diz o ditado: “conversado não sai caro”.
Entretanto, não posso deixar de dizer que, apesar de em nossa prática ser mais comum o pagamento rachado ou o integral do amante, se eu tivesse uma condição financeira melhor, pagaria tudo em qualquer que fosse a situação. E até mesmo quando eu não estivesse presente iria querer pagar.
Imagine aquele casal cuckold em que o marido sustente a esposa e tenha uma boa renda. Estou falando daquele casal que a esposa vira literalmente “madame”. Minha esposa sempre teve esse sonho de virar “madame” seja por minha conta ou do amante. Algo que ainda não aconteceu. Um dia eu ganho na loto.
Mas, brincadeiras à parte, esse casal descrito acima, é o casal perfeito para que todos os pagamentos sejam efetuados pelo marido. Essa forma de proceder reforça a submissão do marido na relação, e ao mesmo tempo elimina qualquer impasse que haja entre quem deve fazer o pagamento.
Isso porque enxergo esse gesto como mais um tempero ao fetiche, que vai ao encontro do prazer na submissão de facilitar de todas as formas o máximo de prazer ao amante e à esposa. Acho sim, que casais com marido cuckold em situação financeira boa, devem arcar com todos os custos, mesmo que o marido nem esteja presente.
Acho que faz parte do fetiche cuckold pensar que é função do marido prover a fêmea emocional e financeiramente, cuidar da família, dar carinho, ajeitar a casa e bancar as necessidades da esposa. Entre essas necessidades, a sexual, que deve ser paga pelo marido integralmente, mesmo sem sua participação.
Apesar de ser a favor dessa postura, reconheço que não é o que acontece conosco, devido ao fato de que não temos condições financeiras para tanto. E também porque nossa renda é absolutamente dividida e compartilhada. Mesmo assim... publicamos essa postagem justamente porque gostaríamos de ouvir a opinião de vocês leitores. Como fazem com a conta de motel? Quando o marido está junto e quando o marido não está... quem deve levar a mão a carteira?
Acreditamos que alguns aspectos muito pessoais devem ser levados em consideração nessa analise. O primeiro deles é justamente a composição de renda do casal. O casal pode ser do tipo que tem as finanças compartilhadas, ou do tipo que separam as contas entre marido e esposa. Existem sim, muitos casais que a esposa nem sequer conhece a renda do marido, e vice e versa.
No caso em que marido e esposa possuem uma renda comum absolutamente compartilhada, o pagamento do marido das contas desses encontros pode não ser uma saída tão estimulante. Afinal, a esposa também estaria pagando essa conta, o que, no nosso entender, perde um pouco da graça do fetiche, já que a esposa sempre é a rainha, no Cuckold. Nesses casos, talvez o melhor seja rachar entre casal e amante; ou ainda deixar o amante pagar tudo integralmente.
Por outro lado, para casais que mantenham as contas separadas entre si, abre-se uma possibilidade mais concreta de o marido passar a arcar com todo o pagamento, justamente para manter a esposa como a rainha.
Um segundo aspecto pode também ser analisado. O casal cuckold que não é adepto À submissão do marido (e não são poucos), possivelmente devam adotar o pagamento rachado entre casal e amante. Isso porque deixar o amante arcar com todo o custo, ou deixar o marido assumir o custo integral são opções que desequilibram a balança de poder entre marido e amante. Qualquer opção de pagamento que não seja meio a meio pode gerar um constrangimento entre homens em que não existe hierarquia, dominação ou submissão.
Essas são algumas ponderações que nos vieram a cabeça, para ajudar a fundamentar nossas opiniões. Mas, o tema é abrangente, complexo, e totalmente discutível. Não temos convicção absoluta de todas as nossas ponderações. E por isso mesmo, deixamos aqui a discussão aberta. Qualquer um que se sinta apto a ajudar a cara leitora dividindo sua opinião... será muito bem vindo.

6 comentários:

  1. esse literalmente é um tema sem resposta certa, porem no meu caso o casal com o qual tinha minhas "festinhas" algumas vezes eu pagava o motel, outras eu falava que nao poderia ir pois nao tinha dinheiro e eles se ofereciam a pagar, e outras dividiamos, é como foi citado a cima tem que ter uma conversa previa para nao ter nem uma surpresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, novinho933.
      Não existe regra. Tudo deve ser conversado. Sem esse diálogo prévio, existe o risco de mal entendidos.

      Excluir
    2. Concordo com vcs casal.td tem que ser combinado pra que não aconteça o inesperado que é o contra tempo entre o casal e o comedor.

      Excluir
  2. Bom dia . meu nome e Toni .moro norte. .gostei do perfil e suas fotos. Sou experiente e muito sigiloso . procuro pessoas legais . Para um bom relacionamento . bjos. Meu zapp 11. 997737906 Toni

    ResponderExcluir
  3. Sou TEu macho Alfa .aquele que te bate na cara te chama de puta que te come com força te leva a loucura realizando a tua fantasia .resumindo sou o Teu COMEDOR sou de sao José dos Campos whatsapp 012997047821

    ResponderExcluir